Melhores países da Europa para ter filhos

Quando se tem filho nossa vida muda completamente, todos nossos planos e até nossa carreira é baseada em como eles irão acolher isso. Muitos brasileiros pensam um dia mudar para um país com mais qualidade de vida, tranquilidade e estabilidade econômica. A Europa é um desses destinos, pois é lá que têm os melhores países para se ter filhos no mundo, acompanhe.

Porque os melhores países para criar filhos estão na Europa?

Fatores como a segurança, educação, saúde, estabilidade de vida e tranquilidade levam brasileiros a escolherem países da Europa para criar seus filhos, além de outros pontos cruciais que levam esses imigrante a apostarem sua vida nessa mudança. Os pais seguem a lógica de bem-estar, sendo assim, educar o filho sem medo é a prioridade dessas pessoas. De acordo com o ranking  U.S. News, confira os melhores lugares para seus filhos na Europa!

Descubra quais os 9 melhores países da Europa para ter filhos.

Melhores países da Europa para ter filhos

1. Alemanha – Melhores países da Europa para ter filhos

Para começar nossa pesquisa é necessário que avaliemos a Alemanha, no entanto, saber o porquê é um país bom para quem quer ter filhos. Primeiramente, devemos conferir a licença-maternidade, visto que é maior que a do Brasil, se estendendo por 14 semanas. A licença parental é mais uma novidade bastante interessante, pois, permite que os pais fiquem em casa até que a criança complete 3 anos, além disso, os casais desempregados também têm direito a licença parental.

Crianças na Alemanha

Existe no país uma espécie de subsídio financeiro que a criança recebe até o décimo oitavo aniversário concedido para os menores com pais de salários inferiores.

2. Reino Unido

O Reino Unido é uma prova de que há lugares perfeitos para a criação de nossos filhos, pois, durante e após a gestação a mulher que trabalha tem direito a 52 semanas de afastamento. O pagamento é feito em 39 semanas, a partir do salário da gestante, o que significa, que as vezes é até  90% do salário.

3. Irlanda

A Irlanda, é considerada um dos melhores países para se ter filhos, além disso, melhor ainda para as gestantes. A princípio, devemos começar pela licença-maternidade, que são 26 semanas remuneradas de descanso. É também é obrigatória, antes do nascimento do bebê, que a gestante fique entre 2 a 16 meses de licença. Todavia, para os homens esse direito é menor, mas eles devem ficar em media  2 semanas de licença-paternidade também.

4.Bélgica

Na Bélgica, não é diferente dos países que citamos aí em cima, a licença à maternidade que é valida para as mulheres que trabalham, tem a duração de 15 semanas. Portanto, um ótimo lugar para ter filhos no país, ainda mais porque, se acaso a gravidez for de gêmeos ou múltiplos, há um aumento para 17 semanas e antes do parto elas têm obrigação de ficarem mais 6 semanas descansando. Para os pais isso é menos, sendo assim são 10 dias apenas.

5. Suíça – Melhores países da Europa para ter filhos

A Suíça é um dos países com menor taxa de desemprego no mundo e também um ótimo lugar para se ter filhos. O país oferece segurança e ótimos jovens crescendo e se tornando adultos exemplares. Além da educação exemplar, devemos considerar a qualidade de vida a segurança em morar no país. Para as crianças é ainda melhor, sendo assim, crescendo com diversas atividades ao ar livre e educação excelente. A Suíça tem um sistema com poucas horas na escola, mas as crianças na Suíça aprendem diversos idiomas, o que nas escolas aqui no Brasil é bastante defasado.

6. Holanda

Em primeiro lugar, devemos destacar que a Holanda oferece uma licença-maternidade bastante excelente, remunerada e com 16 semanas de descanso após o nascimento do bebê. Os pais, por sua vez, tem direito há 6 meses em licença não remunerada. Para as crianças maiores, o sistema de ensino pode ser um dos pontos mais positivos a serem questionados, pois os resultados são os melhores.

7. Finlândia

As gestantes na Finlândia recebem uma licenças-maternidade de 7 semanas, além disso, após o parto o governo dá mais um adicional de 16 semanas com remuneração. Após as crianças já estarem crescidas os níveis de educação permitem que os filhos sejam independentes já desde a infância, demonstrando assim o nível de eficiência do sistema.  

8. Noruega

A Noruega também segue uma linha exemplar, um dos países mais consagrados em nível de segurança e educação juvenil. Para as mulheres grávidas, são 35 semanas de licença remunerada ou se preferir 45 semanas com 80% do salário. Os pais Ficam com 10 semanas. O povo norueguês têm a tendência a incentivar as crianças em brincadeiras, aprendizado e obter experiências de vida, para que acessem o convívio social e tenham ainda mais cultura.

9.Dinamarca – Melhores países da Europa para ter filhos

Dinamarca é um dos melhores países da Europa e um dos mais interessantes para ter seus filhos, posto que há uma maior flexibilidade no período de aprendizagem deles.  Para as mães de recém nascidos, bem como para os pais, ambos têm direito de 23 semanas de descanso na licença-maternidade. O país está em segundo no ranking de melhor país para se ter filho no mundo. As crianças não passam muitas horas na escola, porém os pais dão total assistência aos filhos.

Existem diversas possibilidades ao se ter filhos em países Europeus, as mulheres recebem com total respeito toda a assistência na hora de dar a luz. Além disso, os país também são seguros, o que aqui no Brasil é um tanto diferente.

CONTINUE LENDO ➜

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*


%d blogueiros gostam disto: