Viagem para Portugal: como ser imigrante legal

Portugal é um país lindo localizado no sul da Europa, que por sua vez, faz fronteira com a Espanha, outro país bastante visitado por turistas brasileiros. O país oferece grande incentivo para as pessoas que gostariam de morar, trabalhar e ter uma carreira profissional internacionalmente reconhecida. Além disso, o turismo no país é grande e diversas pessoas se locomovem todos os anos em viagem para Portugal. Mas, se você pensa em morar, trabalhar, ou mesmo visitar o país por algum tempo, saiba mais como ser imigrante legal em Portugal e viver tranquilamente.

Diferença de Imigrante legal em Portugal e ilegal

A primeira diferença é que sendo um imigrante legal você estará livre de quaisquer complicações. Visto que entrando no país com o visto, seja ele qual for, poderá circular com total tranquilidade e ainda ser livre de punições. Muitos imigrantes chegam ao país como visto de turista e acabam excedendo os meses em que ele é válido, então começam a circular irregularmente no país.  Contudo, isso é um perigo, pois pode ocasionar sua “expulsão” do país por anos.

Isso é comum?

Todavia, isso é bastante comum sim, mas não pense em fazer isso. A ideia aqui é que a pessoa faça uma análise aprimorada, entre outras coisas, entenda o que realmente está indo fazer lá, e, mesmo que seja bastante burocrático, siga a regra e seja um imigrante legal. Venha conosco e mostraremos os passos para isso, o que é preciso e quais atitudes devem tomar para que sua viagem seja tranquila.

Passaporte de Portugal Carimbado

O passaporte é o primeiro dos muitos passos que a pessoa tem que realizar, principalmente as que pretendem ir para qualquer lugar da Europa, inclusive Portugal. As pessoas precisam se preocupar com isso entre outras coisas, mas quando ao chegar no país é necessário também que avise as autoridades locais sobre sua estadia, isso muitas pessoas não sabem. E assim tenha o passaporte carimbado também.

Multa SEF

Entre no site do SEF ou vá até o órgão para que comece o processo de legalização em Portugal. As multas para pessoas que ficam no país sem que avisem as autoridades são no valor de até 60 a 160 euros, sendo assim, quando chegar em qualquer país europeu, bem como no mundo, faça isso, pois tem até 3 dias para avisar as autoridades.

Número de Identificação Fiscal

Pronto, com o passaporte carimbada seguimos o próximo etapa. Estando já em Portugal, você deve solicitar o número de contribuinte, nesse caso o NIF (Número de Identificação Fiscal). O imigrante deve solicitar que um cidadão português assine um documento se responsabilizando. Acesse o site para saber mais – www.portaldasfinancas

Arrume um emprego

Já está no país, com o documento NIF em mãos, pode correr atrás de uma vaga de trabalho. Estando com tudo regularizado isso se torna mais fácil conseguir emprego no País. Busque pelas vagas em plataformas especializadas, como por exemplo o site vagas, assim transforme sua procura mais fácil.

Número de segurança social

Agora chegou a hora do número de segurança social, ou seja, tirar o NISS. Neste caso é preciso que tenha contrato de trabalho, ou mesmo uma promessa de emprego para conseguir o famoso recibo verde. O contrato de trabalho, promessa de contrato ou recibos verdes, são precisos para obter o número segurança social.

Dê a entrada

Após dar entrada, a instituição tem que avaliar seu processo, contudo deve dar uma resposta em 2 ou 3 meses. Com o NIF e o NISS em mãos, você poderá trabalhar de forma legal e começar a pagar os impostos.

Pedido de autorização de residência

Após estar trabalhando alguns meses, é preciso dar a entrada na aquisição do seu título de residência para trabalho no SEF. O imigrante, deve marcar  uma entrevista e assim que estiver agendada levar a documentação e aguardar a emissão do titulo de residência. Isso é bastante importante para se manter legalmente trabalhando no país.

Processos finais de imigratório

É bastante simples o processo imigratório, basta se planejar e fazer todas as etapas importantes, além disso é mais tranquilo assim. Lembre-se de começar já por aqui, antes de sair para a viagem, pois qualquer erro pode ser crucial. Assim, você precisa,em primeiro lugar, vistar o passaporte, visto, procurar por vagas de emprego. Portanto, assim que chegar lá, basta completar o restante do processo.

Sendo assim, análise todas as informações e faça tudo corretamente, terá grandes chances de permanecer em Portugal, morando e trabalhando. Além disso, você precisa se organizar com a mudança e isso também exigirá bastante de você.

Jamais seja imigrante Ilegal em Portugal

É impossível ter tranquilidade morando ilegalmente em países da Europa. Então, o conselho é, não venha para Portugal com intenção de ficar ilegal, certamente é um risco que pode acabar com seu sono. Atualmente está mais fácil os meios para se conseguir emprego fora do Brasil. Os governos Europeus estão facilitando muito a ide de profissionais qualificados, basta que faça as coisas corretamente. Portanto, seja imigrante legal esteja coma documentação em dia.

CONTINUE LENDO ➜

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Seguro de viagem: saiba como contratar o melhor - Dicas Valiosas BR

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*


%d blogueiros gostam disto: